Connect with us

Depressão

A depressão no ambiente de trabalho

Published

on

stress

SEGS

Ela chega sorrateira, como quem não quer nada. Toma posse da vitalidade do teu corpo e faz tudo parecer nem tão interessante assim. Vai criando morada, fazendo com que aquele Happy Hour de Sexta-Feira com seus colegas do trabalho seja dispensável. Faz com que um conflito torne-se uma tempestade e te faz reagir como se estivesse assistindo as penalidades máximas do seu time favorito. Reduz sua capacidade no trabalho e te faz perder a concentração, virando sua rotina do avesso. Tão discreta, torna-se a funcionária do mês.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), em uma pesquisa feita em 2015, cerca de 11,5 milhões de brasileiros sofrem de depressão, colocando o Brasil como o país com maior índice de depressivos da América Latina. Entretanto, muito se fala sobre o assunto, mas pouco se entende. Sabe-se da condição patológica da depressão, caracterizada por ser uma doença psiquiátrica, que produz alterações de humor oriundo de sentimentos de amargura, desesperança, culpa, entre outros. Porém, como reconhecê-la em um ambiente corporativo?

Uma pesquisa recente do IBGE aponta que 75,3 mil trabalhadores foram afastados de seus cargos em 2016 devido à depressão. Os principais gatilhos para as crises são estresse físico e psicológico, horários e metas abusivas, falta de reconhecimento e acontecimentos traumáticos. Os números nos mostram a necessidade de abrirmos uma discussão sobre esta questão alarmante.

Dado o exposto, há boas chances de que nosso colega ao lado sofra de depressão, e é comum ouvirmos frases como “é só tristeza”, “mexa-se!”, “é frescura”. Porém, será esta a melhor forma de reconhecermos a dor do colega de trabalho, ou até mesmo a própria dor? A princípio, é bom termos em mente que depressão não é uma tristeza passageira. Tendo isto em vista, uma boa dose de compreensão, paciência e estudo sobre o assunto, podem ajudá-los a enfrentar a problemática. Há evidências, também, que convívio social, práticas esportivas, pausa entre atividades e acompanhamento especializado são recursos importantes para reversão do quadro.

Confira 5 sinais de que seu colega pode estar precisando de ajuda:
1. Dificuldade de concentração
2. Tristeza
3. Problemas de memória
4. Mudança de peso
5. Perda de interesse em atividades corriqueiras

A depressão não escolhe etnia, condição social ou gênero. É de caráter emergente e tratável. A sua motivação pode ajudar alguém.

Fonte: www.segs.com.br

Continuar Leitura
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas