Connect with us

Coronavírus

Coronavírus suspenso no ar: 16 horas de risco

Published

on

Coronavírus suspenso no ar: 16 horas de risco

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta evidências de que o Coronavírus possa ficar suspenso no ar em determinados ambientes após tosse e espirro — 239 cientistas de 32 países assinaram um documento afirmando que essas gotículas podem infectar quem estiver a uma distância considerável, principalmente em locais com pouca ventilação ou fechados.

‘Desde o início da pandemia, havia estudos indicando um potencial de transmissão do vírus por aerossol, que é o contágio por meio de microgotículas lançadas pelo simples ato de falar ou respirar. Elas são até mil vezes menores do que as que chamamos de ‘perdigotos’, expelidos quando tossimos ou espirramos. Em ambientes fechados, essas microgotículas que carregam o vírus podem ficar suspensas no ar por até 16 horas, e a contaminação pode ocorrer nessas condições’, observa a professora Viviane de Souza Alves, do Departamento de Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Ela ressalta que nenhuma pesquisa conseguiu concluir que esse seja exatamente o comportamento do Coronavírus.

Continuar Leitura
Advertisement
Advertisement

Facebook

Advertisement

Mais acessadas